segunda-feira, 5 de setembro de 2016

TRE pede tropas federais em 44 municípios do Maranhão


Pedido foi apresentado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão. TSE ainda precisa autorizar emprego de força federal durante as eleições.

TSE precisa aprovar o envio de tropas federais ao Maranhão (Foto: Ascom/TREMA)


O Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA) deferiu o pedido de envio de tropas federais feito por 44 cidades maranhenses, mas ainda aguarda a autorização do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para saber em quais cidades haverá o reforço de forças federais nas eleições de 2016.

Dentre os municípios que pediram o reforço estão Amarante do Maranhão, Araióses, Água Doce do Maranhão, Arame, Bacuri, Barra do Corda, Fernando Falcão, Benedito Leite, Bequimão, Bom Lugar, Buriti, Buriticupu, Bom Jesus das Selvas, Cajari, Carolina, Codó, Coelho Neto, Coroatá, Cururupu, Guimarães, Lago da Pedra, Matinha, Olinda Nova do Maranhão.

Além das cidades de Mirador, Sucupira do Norte, Passagem Franca, Buriti Bravo, Penalva, Pinheiro, Pedro do Rosário, Presidente Sarney, Santa Helena, Turilândia, Santa Luzia, Santa Luzia do Paruá, Santa Rita, São José de Ribamar, São Luís, São Raimundo das Mangabeiras, Sambaíba, São Vicente Férrer, Tuntum, Tutóia e São Mateus.

Em 2014, 26 municípios do Maranhão receberam o reforço como, por exemplo: São Luís, SãoJosé de Ribamar, Coroatá, Buriticupu, Bom Jesus das Selvas, São Vicente de Férrer, Cajapió, Codó, Bacabal, Chapadinha, Colinas, Grajaú, Itaipava do Grajaú, Formosa da Serra Negra, Paço do Lumiar, Raposa, Santa Luzia, Alto Alegre do Pindaré, Barra do Corda, Fernando Falcão, Jenipapo das Vieiras, São Mateus, Zé Doca, Santa Luzia do Paruá, Nova Olinda e Benedito Leite.

Eleição em números
Neste ano, 4.611.247 maranhenses poderão participar do processo eleitoral, segundo dados atualizados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A pesquisa também apontou que houve uma redução de 115.383 eleitores para este pleito em relação à 2014, quando o númerode eleitores era de 4.495.864.

Segundo o TSE, a justificativa é que outras 29 cidades passaram pelo recadastramento biométrico. Com isso, o número de eleitores tende a cair devido a transferências de domicílio, mortes, idade apenas para voto facultativo, entre outros.

Os eleitores na faixa etária entre 25 e 29 anos também são a maioria, representado 12,29% daspessoas aptas a votar no Maranhão. São Luís segue sendoa cidade com o maior número de eleitores, totalizando 659.779. Imperatriz tem o segundo maior eleitorado, com 151.858 eleitores.

O primeiro turno das eleições 2016 ocorre no dia 2 de outubro, das 8h às 17h.

FONTE: G1/MA

Nenhum comentário:

Postar um comentário